Arquivos da Categoria: Jornal UNIVEM

Revista JADI abre chamada para recebimento de artigos

cover_issue_42_pt_br

O “Journal on Advances in Theoretical and Applied Informatics – JADI” (ISSN 2447-5033) é um periódico de acesso livre publicado pelo Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM). JADI é uma publicação online com o objetivo de promover a disseminação de pesquisas técnico-científicas, produzidas por acadêmicos e profissionais da indústria da área de Tecnologia da Informação e áreas relacionadas, tais como Sistemas de Informação, Ciência da Informação, Ciência da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia de Computação, Gestão de TI, Inovação e Empreendedorismo em TI.

Informações adicionais e orientações para autores podem ser obtidas na página do periódico: www.univem.edu.br/jadi.

Deadline do próximo número da JADI: 01/12/2016

De forma geral, a JADI publica pesquisa teórica e aplicada dos seguintes temas:

  • Novos modelos, arquiteturas, metodologias e frameworks de design de software;
  • Engenharia de software orientada a modelos;
  • Métodos para segurança, manutenção e confiabilidade em software;
  • Arquiteturas de software e metodologias orientadas a qualidade;
  • Novas ferramentas e ambientes para software;
  • Engenharia de software pervasivo, móvel e ubíquo;
  • Software embarcado ou distribuído;
  • Sistemas de tempo-real, dinâmicos, automação e críticos;
  • Abordagens de inteligência artificial e sistemas autônomos;
  • Sistemas de tomada de decisão e ferramentas de suporte;
  • Sistemas, métodos e modelos de gestão de dados, informação e conhecimento;
  • Gestão da qualidade de dados, informações e conhecimento;
  • Gestão de sistemas de informação;
  • Gestão da informação e inteligência competitiva;
  • Sistemas colaborativos e interação humano-computador;
  • Arquiteturas de agentes, multi-agentes, ontologias, linguagens e protocolos;
  • Ferramentas, aplicações e ambientes WEB;
  • Estudos de caso e tecnologias emergentes;
  • Inovação em tecnologia da informação.

Edição de junho/2016 do Jornal do Univem

Edição de março/2016 do Jornal do Univem

Professor do Mestrado/Doutorado da Unicamp elogia qualidade de ensino em Computação do Univem

Mais dois alunos ingressam no Mestrado da Unicamp

 O curso de Ciência da Computação do Univem vem se destacando cada vez mais no cenário nacional pela excelente qualidade de formação dos profissionais engajados no mercado e também pelas excelentes colocações nos processos seletivos para Bolsas de Mestrado em todo o país.

Durante a formação, desde o primeiro ano do curso, os alunos são incentivados pelo Núcleo de Apoio à Pesquisa e Extensão (Napex) a ingressar no fascinante mundo da pesquisa, pois é por meio da pesquisa que se gera a Inovação e este tem sido o grande diferencial competitivo das empresas de ponta, daí a procura cada vez maior por profissionais que tenham esta experiência da pesquisa desde os primeiros anos da graduação.

É por meio da pesquisa também que os alunos podem participar de programas de incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico patrocinados pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) ou pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Além de manter convênios com estes órgãos de fomento à pesquisa, os cursos de Sistemas de Informação e de Ciência da Computação mantêm convênios com empresas da iniciativa privada que buscam no Univem a parceria para promover a inovação com o a efetiva participação dos universitários.

São empresas que sabem que as universidades são o berço natural da inovação, contam com doutores e mestres em seus quadros docentes e investem muito na área da Tecnologia da Informação com vistas a acompanhar e fomentar o desenvolvimento local e regional, não perdendo de vista as oportunidades em todo o território nacional e no exterior.

O professor Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, comenta que durante a formação, os alunos podem optar por três caminhos: o do ingresso no mercado de trabalho, que está com forte demanda para profissionais desta área, o da pesquisa continuada, ingressando no Mestrado logo após a conclusão da graduação e do empreendedorismo, com a criação de startups utilizando o Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM), mantido pelo Univem.

É assim que muitos alunos procuram pelos processos seletivos em universidades federais e estaduais e vêm conseguindo excelentes classificações devido à boa base de formação. Nesta semana o professor Elvis recebeu e-mail do professor Leandro Villas, coordenador do Mestrado da Unicamp, informando que dos 45 participantes no processo seletivo para ingresso no mestrado, dois alunos do Univem foram bem classificados. São eles: Renan Avansi Marques, ocupando a 6ª posição na classificação geral e Lucas Zanco Ladeira, na 9ª posição, ou seja, estão entre os 10 melhores concorrentes e isto considerando que dentre os 45, muitos são alunos das principais universidades públicas do país. Com essa classificação, os alunos do Univem já ingressam no mestrado com bolsa de pesquisa, pois somente os 10 primeiros terão essa condição.

Ao passar a informação sobre os resultados o professor Leandro Villas faz uma importante afirmação: “Parabéns, vocês do Univem estão fazendo um excelente trabalho”. Fato relevante e que reitera a confiança da equipe docente do Univem nas ações de melhoria continuada do ensino superior brasileiro.

Segundo o Prof. Dr. Elvis Fusco, “A qualidade da formação dos alunos, a profundidade científica de suas pesquisas e as publicações nos maiores eventos e periódicos nacionais e internacionais da área de Computação fazem com que seja tradição, os alunos do Univem sejam aceitos nos maiores programas de mestrado e doutorado do país”.

Além do Renan e Lucas, o aluno Victor Ubiracy Borba de Ciência da Computação ingressou no programa de mestrado em Ciência da Informação da Unesp de Marília e Natália Pereira Oliveira de Sistemas de Informação ingressou no programa de mestrado em Sistemas de Informação na USP/Leste em São Paulo.

alunos

Da esquerda para a direita: Renan Avansi Marques (BCC), Natália Pereira Oliveira (BSI), Lucas Zanco Ladeira (BCC) e Victor Ubiracy Borba (BCC)

Fonte: Jornal da Fundação

 

Governo do Estado credencia o Centro de Inovação Tecnológica de Marília

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 19 de dezembro, o credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) na rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica – RPCITec e a inclusão do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica – RPITec.

Um Centro de Inovação Tecnológica é empreendimento que concentra, integra e oferece um conjunto de mecanismos e serviços ao processo de inovação tecnológica das empresas, constituindo-se, também, em espaço de interação empresarial-acadêmica para o desenvolvimento de setores econômicos.

Liderando o processo de empreendedorismo, pesquisa e inovação tecnológica na região de Marília, o Univem torna-se entidade gestora do CITEc-Marília, e possibilitará que empresas dos mais diversos setores (indústria, comércio e serviços) que tenham demandas de inovação em projetos de P&D&I encontre insumos necessários para implementar a melhoria de seus produtos, processos e serviços com a colaboração das entidades de ensino da região na pesquisa científica e tecnológica com o apoio de órgãos de fomento do governo estadual e federal em editais específicos aos Centros de Inovação pertencentes à RPCITec.

O Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) é um empreendimento mantido pelo Univem, Prefeitura de Marília e SEBRAE, criado em 2000, hospeda e apoia o desenvolvimento de empresas de base tecnológica que apresentam produtos, processos e serviços com características de inovação. Com a inclusão do CIEM ao programa do Governo do Estado, outros serviços poderão ser oferecidos às empresas incubadas com recursos advindos de editais específicos para incubadoras pertencentes à RPITec.

Prefeito Vínicius Camarinha, o Reitor do Univem, Luis Carlos de Macedo Soares e o Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do Univem e Presidente da ASSERTI, anunciam o credenciamento do CITec-Marília

Prefeito Vínicius Camarinha, o Reitor do Univem, Luis Carlos de Macedo Soares e o Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador do Univem e Presidente da ASSERTI, anunciam o credenciamento do CITec-Marília

O credenciamento do CITec-Marília e do CIEM incluem a cidade de Marília no Sistema Paulista de Ambientes de Inovação (SPAI), programa do Governo do Estado de São Paulo que engloba a Rede Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), a Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec), a Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec), e tem como objetivo apoiar cidades que tenham sistemas locais de inovação e áreas de vocações estabelecidas.

Isso torna a cidade apta a solicitar o credenciamento provisório do Parque Tecnológico, pois a cidade candidata deve possuir os seguintes requisitos principais:

  • Centro de Inovação Tecnológica integrado à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica – RPCITec;
  • Incubadora de Empresas integrada à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica – RPITec;
  • Área com no mínimo 200.000 m2 destinados à instalação do parque tecnológico;
  • Projeto básico do empreendimento com esboço urbanístico e arquitetônico e estudos de viabilidade econômico-financeira, técnico-científica e de sustentabilidade ambiental.

Liderando o processo de implantação do Parque Tecnológico de Marília, o Univem elaborou os projetos necessários em conjunto com a Prefeitura de Marília e a ASSERTI para reconhecimento e credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) à Rede Paulista de Centros de Inovação Tecnológica (RPCITec) e do Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM) à Rede Paulista de Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica (RPITec). Esses documentos foram protocolados no dia 17 de agosto de 2015 na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação em audiência com o secretário da pasta e vice-governador, Márcio França.

Reunião de entrega do projeto de credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem), Cássio Luiz Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Camarinha (Prefeito de Marília)

Reunião de entrega do projeto de credenciamento do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITEc-Marília) Prof. Dr. Elvis Fusco (Presidente da ASSERTI e coordenador do Univem), Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Professor e Coordenador de Pesquisa e Extensão do Univem), Cássio Luiz Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo), Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares (Reitor do Univem), Márcio França (Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Vinícius Camarinha (Prefeito de Marília)

O CITec-Marília e o CIEM, agora integrados ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo de São Paulo, posicionam-se de maneira estratégica no Sistema Local de Inovação de Marília e região. Esses credenciamentos e a Lei de Incentivo Fiscal aprovada recentemente que reduziu o ISS para 2% para as empresas de TI fortalecem a estratégia da Prefeitura Municipal com vistas à atração de novos investidores e empreendedores proporcionando novos empregos e geração de renda, incentivando a formação e capacitação profissional, a divulgação, o fomento e a disponibilização de serviços tecnológicos e de incremento da inovação nas empresas, por meio, de instituições e centros de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e de inovação.

Assim, Marília passa a fazer parte de um rol restrito de cidades integradas ao Sistema Paulista de Ambientes de Inovação do Governo do Estado, despontando como a principal cidade do centro-oeste paulista em inovação e tecnologia.

Segue link do decreto que institui e regulamenta o Sistema Paulista de Ambientes de Inovação – SPAI:
http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2014/decreto-60286-25.03.2014.html

Curso de Computação do Univem mantém tradição de publicações internacionais

Parceria com a Unicamp impulsiona projetos de pesquisa

ieeallan

Um dos diferenciais dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem é o estímulo e o fomento que seus alunos recebem da instituição para realizar projetos de pesquisa desde o 1º ano. Esse incentivo gerado principalmente por um forte programa de iniciação científica e por bolsas de pesquisa do CNPq, FAPESP e do COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), laboratório de pesquisa e inovação mantido pelos cursos de Ciência da Computação eSistemas de Informação.

Além desses fatores, as parcerias acadêmicas com renomadas instituições do país têm gerado conquistas importantes pelos alunos do Univem.

A mais nova parceria dos cursos de Computação e Sistemas de Informação é com o Instituto de Computação da UNICAMP que tem levado os alunos formados pelo Univem a ingressar nos programas de mestrado e doutorado da Unicamp e também o desenvolvimento de projetos de pesquisa científicas em conjunto entre as instituições que ampliam a formação dos alunos.

O fruto da qualidade dessas pesquisas começa ser apresentada por meio das publicações internacionais em renomados eventos da área de computação.

Recentemente, o ex-aluno de Ciência da Computação do UNIVEM, Allan Mariano de Souza, atual mestrando da UNICAMP, orientado pelo Prof. Leandro Villas (UNICAMP), desenvolveu, em parceria com o Prof. Leonardo Botega (UNIVEM), Prof. Rodolfo Meneguette (IFSP) e Prof.Roberto Yokoyama (UNICAMP), o trabalho intitulado “SCORPION: A Solution using Cooperative Rerouting to Prevent Congestion and Improve traffic Condition”, publicado no evento 15th IEEE International Conference on Computer and Information, ocorrido em Liverpool, Inglaterra.

Allan explica que o SCORPION é um sistema de transporte inteligente para gerênciamento e controle de trânsito, o qual pode detectar a eminencia de congestionamentos e controla-los. Portanto, após a detecção de um congestionamento o sistema verifica quais veículos irão passar pela área congestionada e atribui novas rotas para estes veículos afim de evitar que os mesmos entre nas áreas congestionadas. Além disso, SCORPION utiliza uma abordagem cooperativa para atribuição das novas rotas, dessa forma o sistema distribui melhor o tráfego de veículos pelas ruas e evita o surgimentos de novos congestionamentos em um futuro próximo.

Além da parceria com a Unicamp, os cursos de Computação do Univem mantém projetos em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal de Sergipe, Universidade de São Paulo e UNESP.

Para conhecer mais sobre os projetos desenvolvidos pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, acesse o site do laboratório de Pesquisa (COMPSI): www.compsi.univem.edu.br.

Acadêmicos do Univem apresentam pesquisas de ponta em congresso nos Estados Unidos

XVII International Conference on Human-Computer Interaction em Los Angeles

conferencia

Aconteceu em agosto nos estados unidos, mais especificamente em Los Angeles/California, a XVII Conferência Internacional de Interação Humano-Computador (XVII International Conference on Human-Computer Interaction).
Trata-se de um dos maiores e mais conceituados eventos desta área e que estuda a relação entre humanos e máquinas, intermediada por sistemas computacionais.

Neste evento, o Univem foi representado por quatro alunos dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, acompanhados pelo Prof. Dr. Leonardo Botega, coordenador do Grupo de Interação Humano-Computador do Centro de Inovação COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), que realiza pesquisas nesta área na instituição.Os alunos são:

•   Matheus Ferraroni Sanches

•   Valdir Amancio Pereira Junior

•   Jéssica Oliveira de Souza

•   Natália Pereira Oliveira

Na ocasião, os alunos e o docente apresentaram os resultados de pesquisas realizadas no Univem, desenvolvidas em parceria com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), pelo laboratório WINDIS, e com a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP).

Soluções em monitoramento

Os trabalhos apresentam um conjunto de métodos e ferramentas que juntas compõem uma solução para melhorar sistemas de monitoramento e mapeamento de emergências, tais como os adotados pelas forças de segurança (ex: polícia, bombeiros, etc) . O projeto demonstra como melhorar a inteligência destes sistemas de forma que tarefas de localização de pessoas e objetos de interesse e a logística dos recursos para busca e apreensão sejam realizadas com maior eficácia e eficiência, como por exemplo para obter melhores dados sobre um determinado crime e proporcionar um melhor atendimento à ocorrência.

De acordo com o docente Leonardo Botega, “A apresentação de artigos científicos em um evento internacional contribui de forma expressiva para a formação de jovens pesquisadores” e que “a pesquisa realizada no Univem, mais especificamente no COMPSI, encontra-se na vanguarda da inovação científica e tecnológica, reconhecida internacionalmente por seus resultados significativos para a área de Interação Humano-Computador”.

Veja os artigos apresentados pelos pesquisadores do Univem nos Estados Unidos:

Evento: 17th International Conference on Human-Computer Interaction

Quando: De 2 a 7 agosto de 2015

Onde: Universidade da Califórnia, Los Angeles (EUA)

Artigos, autores e universidades envolvidas:

A Head-Up Display with Augmented Reality and Gamification for an E-Maintenance System: Using interfaces and Gamification to motivate workers in procedural tasks

Autores: Allan Oliveira (docente UNIVEM e pesquisador UFSCar), Nahana Caetano, Leonardo Castro Botega  (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM), Regina Borges de Araujo(pesquisadora UFSCar)

Conceptual Framework to Enrich Situation Awareness of Emergency Dispatchers

Autores: Jessica Souza (aluna de Sistemas de Informação do UNIVEM), Leonardo Castro Botega (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM), José Eduardo Santarem Segundo(pesquisador USP), Claudia Beatriz Berti (pesquisadora UFSCar), Márcio Roberto de Campos (pesquisador UFSCar e membro da PMESP), Regina Borges de Araujo (pesquisadora UFSCar)

Multi-criteria Fusion of Heterogeneous Information for Improving Situation Awareness on Emergency Management Systems

Autores: Valdir Junior (aluno de Ciência da Computação do UNIVEM),Matheus Ferraroni Sanches (aluno de Ciência da Computação do UNIVEM), Leonardo Castro Botega (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM), Jessica Souza (aluna de Sistemas de Informação do UNIVEM), Caio Saraiva Coneglian (aluno de Ciência da Computação do UNIVEM), Elvis Fusco (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM) , Márcio Roberto de Campos(pesquisador UFSCar e membro da PMESP)

SAW-Oriented User Interfaces for Emergency Dispatch Systems

Autores: Leonardo Castro Botega (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM), Lucas Cesar Ferreira (aluno de Ciência da Computação do UNIVEM), Natália Oliveira (aluna de Sistemas de Informação do UNIVEM), Allan Oliveira (pesquisador UFSCar), Claudia Beatriz Berti (pesquisadora UFSCar), Vânia Paula de Neris (pesquisadora UFSCar), Regina Borges de Araujo(pesquisador UFSCar)

 Uncertainty Visualization Framework for Improving Situational Awareness in Emergency Management Systems

Autores: Natália Oliveira (aluna de Sistemas de Informação do UNIVEM), Leonardo Castro Botega (professor de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM), Lucas Ferreira (aluno de Ciência da Computação do UNIVEM), Márcio Roberto de Campos(pesquisador UFSCar e membro da PMESP)

Centro de Pesquisas e Inovação Tray Labs é inaugurado no Univem

tray_univem

Univem (Centro Universitário Eurípides de Marília), Tray e Locaweb inauguraram ontem de manhã (31) o Centro de Pesquisa e Inovação “Tray Labs”. A novidade visa capacitar alunos dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação para as demandas do setor tecnológico e prepará-los para o mercado de trabalho.

De acordo com o coordenador dos cursos e também presidente da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação), Elvis Fusco, o Centro é um projeto de oito anos. Ele iniciará suas atividades já na próxima segunda-feira, com oito alunos-estagiários. “A parceria entre indústria de TI (tecnologia da informação) e universidade é essencial para que o aluno de hoje seja bem capacidade para que possa atender as necessidades daquele que no futuro será seu empregador. Esse é o segundo Centro de Pesquisa dentro do Univem, o que reforça a característica de Marília de polo tecnológico. São mais de 200 empresas do tipo instaladas na cidade”, afirma. Fundador e presidente da Tray, Willians Marques participou da cerimônia de inauguração do centro. Formado pelo Univem, ele destacou a importância da relação entre as empresas de tecnologia da informação com as faculdades. “A empresa nasceu na Incubadora da universidade, ela tem raízes aqui e manter essa relação é importante para todos, pois esse centro irá formar futuros profissionais que atenderão as necessidades do mercado. É um passo grande que estamos dando e espero que outras empresas façam o mesmo”, disse. Plataforma de e-commerce (comércio eletrônico) mais utilizada por empresas de diferentes segmentos no Brasil, a Tray hoje dá suporte a quase 5 mil lojas eletrônicas do país, oferecendo ferramentas tecnológicas, publicidade on-line e meios de pagamento.

Fonte: Jornal da Manhã / Marília

Univem abre inscrições para curso de informática para a terceira idade

Profª. Ma. Renata Aparecida de Carvalho Paschoal

Profª. Ma. Renata Aparecida de Carvalho Paschoal

O Univem (Centro Universitário Eurípides de Marília) está com inscrições abertas para 10º Turma  o curso de Inclusão Digital para a Terceira Idade.

Além dos primeiros contatos com a informática, para a maioria deles, o projeto tem o objetivo de estimular o aprendizado e promover a socialização dos alunos. As aulas são semanais e acontecem nos laboratórios do Univem, com o acompanhamento de alunos monitores dos cursos deCiência da Computação e Sistemas de Informação. O curso tem duração de um ano.

O projeto é organizado pelo Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, e pela Profª. Ma. Renata Aparecida de Carvalho Paschoal. “O objetivo do projeto é promover a inclusão dos alunos ao mundo digital, ou seja, da informática e dos recursos que podem facilitar a vida de todos. Realizamos trabalhos desde as funções básicas de um computador, até de outros programas de uso mais comuns, como o editor de textos, o acesso a sites de entretenimento e pesquisa, a troca de e-mails com os amigos, promovendo assim a maior integração social dos participantes”, afirma Renata.

Em 2011, o projeto “Inclusão Digital” do Univem já foi classificado em dois eventos importantes. Um deles foi a 4ª edição nacional do ‘Prêmio Cidadania Sem Fronteiras’, organizado pelo Instituto Cidadania Brasil, em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia. O outro foi o ‘Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência’, uma iniciativa da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do governo paulista. Neste último, o projeto desenvolvido junto à Apae foi um dos quatro melhores dentre práticas inclusivas finalistas.

As inscrições para a nova turma da terceira idade já estão abertas e as aulas têm previsão de início o mês de março. Para mais informações, ligue (14) 2105 0800, ramal 372, no Núcleo de Atividades Complementares do Univem.

Edição de fevereiro/2014 do Jornal do Univem