Arquivos da Categoria: Ciência da Computação

Divulgada a data de realização do POSCOMP 2017

poscomp2017

O Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (POSCOMP) é um exame aplicado em todas as regiões do País. Em parceria com a Sociedade Peruana de Computação, desde 2006 o Exame passou a ser realizado no Peru. O POSCOMP testa conhecimentos na área de Computação e tem como objetivo específico avaliar os conhecimentos de candidatos a Programas de Pós-Graduação em Computação oferecidos no Brasil. A grande maioria dos Programas de Pós-Graduação no País utiliza, de alguma forma, o resultado do POSCOMP em seu processo seletivo.

O POSCOMP foi concebido para permitir que os candidatos a cursar Programas de Pós-Graduação em Computação possam participar dos processos seletivos em vários Programas no País, sem a necessidade de deslocamento para a sede de cada um dos Programas postulados pelo candidato, cumprindo assim um forte papel de inclusão social.

O candidato realiza a prova no local mais próximo de onde mora e o resultado de seu exame é enviado para todos Programas que participam do POSCOMP, podendo assim o candidato pleitear vaga em qualquer um dos programas de pós-graduação que participam do POSCOMP.

Os candidatos que realizam o Exame têm acesso ao seu resultado, individualmente, bem como a indicação das questões certas e erradas, a média e o desvio padrão.

O período de inscrições para o POSCOMP 2017 pela internet, através do site http://www.fundatec.org.br é de 13/06 a 15/08/2017 e a prova ocorrerá em 17/09/2017. O edital será divulgado no site da SBC e também no da Fundatec.

Fonte: http://www.sbc.org.br/noticias/1938-divulgada-a-data-de-realizacao-do-poscomp-2017

Chamada de submissão de trabalhos para o V Workshop de Comunicação em Sistemas Embarcados Críticos (WoCCES) – SBRC 2017

cfp-wocces-2017-portugues-1
Este workshop se concentra em importantes inovações e avanços recentes na especificação, projeto, construção e utilização da comunicação em sistemas embarcados críticos, sendo que o objetivo do mesmo é o de reunir pesquisadores e profissionais da indústria e da academia e proporcionar-lhes uma oportunidade para se informar sobre os últimos desenvolvimentos, implantações, tendências tecnológicas e resultados de pesquisa, bem como iniciativas relacionadas com sistemas embarcados e suas aplicações em uma variedade de ambientes industriais.

TÓPICOS DE INTERESSE

Para a quarta edição do WoCCES, autores são convidados a submeter trabalhos originais. Autores que possuam trabalhos com resultados preliminares ou trabalhos em andamento também são encorajados a submeter artigos. A lista não exaustiva de tópicos de interesse é:
  • Algoritmos Distribuídos;
  • Arquiteturas de Software e Hardware;
  • Integração de Clusters de Alta Disponibilidade e Grades com Sistemas Embarcados;
  • Acesso ao meio (MAC), antenas direcionais e rádios cognitivos;
  • Comunicação em Grupo;
  • Computação Móvel e Embarcada;
  • Middleware e Serviços Web;
  • Interação entre sensores e Robôs Móveis;
  • GPU;
  • FPGA;
  • Fly by Wireless;
  • Redes P2P, Móveis e Ad-Hoc;
  • Segurança Crítica (Safety) e Certificação;
  • Segurança (Security);
  • Redes de Sensores e Veiculares;
  • Unmanned systems (UAVs, UGVs).

FORMATO DE WORKSHOP

O WoCCES incluirá a apresentação dos artigos aceitos completos para publicação.

INSTRUÇÕES PARA AUTORES

Os artigos devem ser redigidos em língua portuguesa ou inglesa, de acordo com as seguintes categorias.
Artigos regulares com apresentação de contribuições originais, até 10 páginas;
Relatos com experiências práticas, descrição de ferramentas ou estudos de caso de pesquisas originais, até 10 páginas;
Todos os artigos aceitos e revisados, de acordo com as recomendações do comitê de programa do WoCCES, serão publicados no volume de Workshop nos Anais do SBRC.
O trabalho deve ser apresentado de acordo com o formato para publicação de artigos indicados pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), cujos modelos estão disponíveis em: http://www.sbc.org.br/documentos-da-sbc/summary/169-templates-para-artigos-e-capitulos-de-livros/878-modelosparapublicaodeartigos Evite imagens não vetorizadas ou muito pequenas.
As submissões eletrônicas serão feitas por meio do sistema JEMS (https://submissoes.sbc.org.br/). O formato eletrônico para o envio precisa ser PDF.
Importante: Ao menos um dos autores dos artigos selecionados precisará se registrar para participação no SBRC  2017, para apresentação no WoCCES.

DATAS IMPORTANTES

Submissão de artigos (completos): 27 de Março de 2017
Notificação dos artigos aceitos: 17 de Abril de 2017
Submissão da versão final revisada: 24 de Abril de 2017

COMITÊ DE ORGANIZAÇÃO DO WOCCES

Adriano Mauro Cansian – IBILCE – UNESP Rio Preto
Alex Sandro Roschildt Pinto – UFSC – Blumenau
Daniel Fernando Pigatto – ICMC – USP
Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – ICMC – USP
Vandermi João da Silva – UFAM

COMITÊ DE PROGRAMA DO WOCCES

Adriano Mauro Cansian – IBILCE – UNESP São José do Rio Preto
Alex Sandro Roschildt Pinto – Universidade Federal de Santa Catarina – Blumenau
Carlos Barros Montez – Universidade Federal de Santa Catarina
Célia Leiko Ogawa Kawabata – IFSP – Instituto Federal de São Paulo – Campus São Carlos
Daniel Fernando Pigatto – ICMC-USP
Edson dos Santos Moreira – ICMC-USP
Ellen Francine Barbosa – ICMC-USP
Fábio Dacêncio Pereira – UNIVEM
Fernando Santos Osório – ICMC-USP
Gustavo Pessin – Vale
Horácio Antonio Fernandes de Oliveira – Universidade Federal do Amazonas
Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva – IMD – Instituto Metropole Digital
Jacir Luiz Bordim – Universidade de Brasília
João Cunha – Instituto Politécnico de Coimbra
Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – ICMC-USP
Luciana Martimiano – Universidade Estadual de Maringá
Luiz Henrique Castelo Branco – IFSP – Instituto Federal de São Paulo – Campus Araraquara
Marco Vieira – Universidade de Coimbra
Marcos Fagundes Caetano – Universidade de Brasília
Mario Antonio Ribeiro Dantas – Universidade Federal de Santa Catarina
Mário Meireles Teixeira – Universidade Federal do Maranhão
Paulo Portugal – Universidade do Porto
Raimundo Barreto – Universidade Federal do Amazonas
Vandermi João da Silva – Universidade Federal do Amazonas

CONTATO

Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – kalinka@icmc.usp.br
Mais informações: www.lsec.icmc.usp.br/wocces

Univem lança nova edição de sua Revista Internacional de Computação e Informática

cover_issue_45_en_us

A Revista Científica Journal on Advances in Theoretical and Applied Informatics – JADI, produzida pelo COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), laboratório e centro de pesquisa vinculado aos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, acaba de lançar sua terceira edição (Volume 2 Número 2).

A Revista JADI é uma publicação científica internacional periódica, com o objetivo de contribuir com o avanço de áreas correlatas à Computação e Informática em geral, promovendo a disseminação de informações técnico-científicas produzidas por pesquisadores e profissionais de grandes centros nacionais e internacionais.

Segundo o Prof. Dr. Leonardo Castro Botega, editor da JADI, o periódico objetiva se manter como uma publicação internacional de alta qualidade, visibilidade e abrangência, apresentando artigos científicos que representam o estado da arte em aspectos práticos e teóricos de temas relevantes e atuais em Tecnologia da Informação, Gestão, Ciência da Computação, Sistemas de Informação e Ciência da Informação.

Botega explica que “o terceiro número do JADI é uma edição especial dedicada a trabalhos sobre a Gestão da Informação Digital incluindo: métodos para processamento de Big Data, visualização analítica da informação, modelagem de dados em organizações, integração de múltiplos dados heterogêneos para a tomada de decisão, interação afetiva com a informação e redes neurais artificiais para a geração e manutenção de bases de conhecimento. Neste terceiro número, a instituição está orgulhosa em apresentar trabalhos de renomados pesquisadores e profissionais de grandes centros de pesquisa internacionais, tais como Atilim University (Turquia), Polytechnic University of San Luis Potosí (México), University of Castilla-La Mancha (Espanha), Università Degli Studi di Salerno (Itália), Florida International University (EUA), City University of New York (EUA), Université de Lyon (França), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)”.

O professor Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, ressalta que a revista JADI tem apresentado resultados de pesquisas que congregam temas ligados a tecnologias computacionais com o objetivo de dar conta dos desafios dos novos ambientes informacionais digitais que caracterizam-se pela indissociabilidade entre a Computação e a Informação num cenário de explosão informacional.

O Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira, coordenador de pesquisa e extensão do Univem acredita que estes artigos demonstram a alta qualidade, excelência e relevância que esperamos de um journal. Nosso objetivo é que o JADI emerja como um fórum dinâmico e ativo para a disseminação de ideias inovadoras que contribua para o desenvolvimento das áreas da Computação e Informática.

A revista tem sua periodicidade semestral e os artigos desse novo número podem ser obtidos no website da revista: http://www.univem.edu.br/jadi.

Alunos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem publicam trabalhos em eventos e periódico científico internacional

O Grupo de Pesquisa Interação Humano-Computador do Univem (GIHC), grupo integrante do Computing and Information Systems Research Lab (COMPSI), laboratório de pesquisa vinculado aos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, comemora seus recentes avanços científicos com importantes publicações em veículos internacionais.

Pesquisadores do Grupo de Pesquisa GIHC

Pesquisadores do Grupo de Pesquisa GIHC

O aluno do curso de Ciência da Computação (BCC), Valdir Amâncio Pereira Junior, autor de um dos trabalhos e bolsista de iniciação científica pela Fapesp, explica que seu trabalho busca dar apoio a sistemas de tomada de decisão, mais especificamente a sistemas de gerenciamento de emergências. O estudante explica que “o trabalho tem o objetivo de utilizar múltiplas fontes de dados, como denúncias ao 190 ou 193, e integrá-las para obter uma informação única e mais significativa”. O aluno do curso de Sistemas de Informação (BSI), Jordan Ferreira Saran, bolsista de iniciação científica pelo CNPq e também autor de um dos trabalhos, explica que “busca-se também combinar informações com base no significado de cada informação presente em relatos de vítimas a centrais de atendimento emergências”.

O Prof. Dr. Leonardo Botega, orientador dos trabalhos e coordenador do grupo, acrescenta que “fornecer subsídios para uma melhor tomada de decisão pode ajudar operadores de sistemas de gerenciamento de emergências a melhor entender os eventos que ocorrem em tempo real e apoiar a alocação de recursos para um atendimento mais eficiente”. O professor também argumenta que a publicação e participação de alunos de iniciação científica em grandes eventos solidifica a competência científica da instituição e que tal atividade contribui fortemente para uma formação acadêmica mais completa dos jovens estudantes. O professor também destaca que parcerias são essenciais para o sucesso de trabalhos interdisciplinares, tais como com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e com a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP). As mais recentes publicações dos membros do GIHC do Univem são:

Artigo: Using Semantics to Improve Information Fusion and Increase Situational Awareness

Evento: AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Autores: Valdir A. Pereira Junior (aluno de Ciência da Computação), Matheus F. Sanches (aluno de Sistemas de Informação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP), Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP), Regina B. Araújo (docente da UFSCar). 

 

Artigo: Development of a User Interface for the Enrichment of Situational Awareness in Emergency Management Systems

Evento: AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Autores:   Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP), Jéssica Souza (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na UNESP), Valdir A. Pereira Junior (Aluno de Ciência da Computação) e Leonardo C. Botega (docente do Univem).

 

Artigo: Objects Assessment Approach Using Natural Language Processing and Data Quality to Support Emergency Situation Assessment

Evento: 17th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá)

Autores: Matheus F. Sanches (aluno de Ciência da Computação), Valdir A. Pereira Junior (Aluno de Ciência da Computação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de BCC do Univem e mestrando da UNESP) e Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP).

 

Artigo: Methodology for Data and Information Quality Assessment in the Context of Emergency Situational Awareness

Periódico: Universal Access in the Information Society

Autores: Leonardo C. Botega (docente do Univem), Jéssica Souza (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na UNESP), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP), Márcio R. de Campos (membro da PMESP), Vânia P. de A. Neris (docente da UFSCar) e Regina B. Araújo (docente da UFSCar).

 

Artigo: Towards Semantic Fusion using Information Quality and the Assessment of Objects and Situations to Improve Emergency Situation Awareness

Evento: 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal)

Autores: Valdir A. Pereira Junior (aluno de Ciência da Computação), Matheus F. Sanches (aluno de Ciência da Computação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP) e Jordan F. Saran (aluno de Sistemas de Informação).

 

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que este ano os alunos já tiveram publicações internacionais nos eventos:

  • 8th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics (USA);
  • 18th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá);
  • IoTBD, International Conference on Internet of Things and Big Data (Itália);
  • 4th WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies;
  • 22nd Iberchip Workshop;
  • 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal)
  • AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Mais informações sobre as pesquisas e publicações dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem podem ser obtidas no site www.compsi.univem.edu.br.

E AI? Vai Fazer Mestrado?

usp-logo    logoufscar    unicamp2    unesp-logo

Links de programas de mestrado que os alunos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM ingressam todos os anos.

Destacando a importância de publicar no CPC (Congresso de Pesquisa Científica) os resultados do seu trabalho de TCC, acumulando assim, mais um requisito para ingresso nos programas de pós-graduação listados a seguir:


UNESP Bauru (ainda não abriu inscrições)
ENGENHARIA ELÉTRICA
Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
COMPUTAÇÃO
De 15 de setembro a 27 de outubro de 2016


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
ENGENHARIA ELÉTRICA
12/09/2016 a 07/10/2016


Universidade Federal de São Carlos (ainda não abriu inscrições)
COMPUTAÇÃO


Atenção: em breve o COMPSI irá atualizar essa lista com outros programas de mestrado.
Importante: verificar atentamente as datas limites de inscrição.
Carta de recomendação: procurar os professores de BCC e BSI para solicitar as cartas de recomendação.

Meetup Share de Marília

logo_meetups

Faltam apenas duas semanas para o primeiro Meetup Share de Marília, evento que promoverá networking e troca de experiências!

Será dia 13 de outubro às 18h30, no Auditório Shunji Nishimura – Univem.

O Willians Marques, CEO da Tray, falará a respeito da cultura de ser um empreendedor, além de um empreendedor da região trazido pelo SEBRAE para trocar algumas experiências com vocês.

Inscrevam-se em: http://meetupshare.herokuapp.com.

 

Marília recebe reconhecimento de APL em TI

Aconteceu nesta terça (27/09) evento de lançamento oficial do APL TI Marília em comemoração ao recente reconhecimento do Governo do Estado de São Paulo ao polo de Tecnologia da Informação de Marília que incluiu a cidade na Rede Paulista de Arranjos Produtivos Locais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (www.desenvolvimento.sp.gov.br/lista-de-apls).

O evento reuniu empresários do setor, associados da ASSERTI, autoridades e convidados. Marília está oficialmente no radar paulista e nacional da Tecnologia da Informação e bons investimentos e eventos vão acontecer no setor.

006.jpg

Juliana Arnaut de Santana, diretora técnica responsável pelo Programa de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais, explica que os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são são concentrações de empresas que atuam em atividades similares ou relacionadas, que, sob uma estrutura de governança comum, mantém vínculos de articulação, interação, aprendizagem e cooperação entre si e com outras entidades públicas e privadas..

Segundo Juliana, uma das vantagens do APL é facilitar o acesso de micro, pequenas e médias empresas a programas de gestão empresarial, mercado, processo, produtos e linhas de financiamento, visando ao seu fortalecimento no mercado interno e acesso ao externo. Outra vantagem é incentivar a troca de informações entre as próprias empresas, com as entidades de classe, governos e instituições de ensino e pesquisa. Essa interação entre as empresas aprimora suas vantagens competitivas, vislumbrando um cenário de estratégias de crescimento e desenvolvimento e não mais de concorrência predatória.

A elaboração do projeto de solicitação do credenciamento foi realizada pela Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e protocolada na Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Territorial do Governo do Estado em 25 de agosto de 2016. Em 06 de setembro, o Governo do Estado divulgou o credenciamento do APL TI Marília que a, partir de agora, a Asserti passa a ser a entidade gestora que exerce a governança do APL.

Para solicitar o credenciamento, a Asserti elaborou projeto que demonstra a existência de um aglomerado de empresas de TI localizadas na região de Marília que apresentam uma especialização produtiva e mantém vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si, isso inclui parcerias com a Prefeitura, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa e entidades representativas.

O APL TI Marília é composto por empresas atuantes no ramo de Tecnologia da Informação, por instituições de ensino públicas e privadas, por entidades sem fins lucrativos, associações de classe, comunidades científicas, órgãos de fomento e órgãos públicos, localizados em Marília e cidades circunvizinhas, todos trabalhando em parceria para crescimento e desenvolvimento empresarial, social e econômico da região do centro-oeste do Estado de São Paulo. São mais de 200 empresas gerando mais de 2.500 empregos diretos e indiretos em mais de 13 cidades da região.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, presidente da Asserti, palestrou sobre o APL TI Marília, destacando a importância da conquista: “com o credenciamento do APL TI Marília, as empresas poderão se beneficiar das oportunidades que serão geradas pela Rede Paulista de APLs, independentemente de ser ou não associadas da Asserti. Por meio do APL, vamos ampliar a aceleração do desenvolvimento econômico local e regional, além de destacar as empresas de TI da região e torná-las ainda mais competitivas”.

008.jpg

Entre os benefícios permanentes do reconhecimento, estão o acesso a projetos e recursos dos órgãos que compõem a Rede Paulista de APLs e a habilitação do APL para utilizar recursos priorizados no Orçamento do Estado para Arranjos Produtivos Locais.

“Com este reconhecimento formal, nosso município passou a integrar um grupo de elite no cenário da Tecnologia da Informação no estado de SP, considerando que dentre os 645 municípios paulistas somente 5 cidades possuem o reconhecimento oficial de APL na área de Tecnologia da Informação”, destaca Elvis.

Outro fato relevante é que no Centro Oeste Paulista, Marília é única cidade que possui um APL reconhecido e credenciado seja em qualquer área industrial. Tal fato se deve ao intenso trabalho da equipe de pesquisadores, da organização e atuação das empresas associadas da Asserti e da Prefeitura de Marília, trabalhando de forma sinérgica na busca de melhores resultados competitivos para os empresários que optam por investir em Marília.

Para conhecer mais sobre a ASSERTI acesse o site da instituição: www.asserti.org.br ou pelo telefone: (14) 2105-0800 Ramal 354.

Polo de TI de Marília é reconhecido como APL pelo Governo de SP

Evento de lançamento oficial ocorre nesta terça (27/09)

apltimarilia.png

O Governo do Estado de São Paulo reconheceu oficialmente a cidade de Marília como polo de Tecnologia da Informação com o credenciamento do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília (APL TI Marília) à Rede Paulista de Arranjos Produtivos Locais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (www.desenvolvimento.sp.gov.br/lista-de-apls).

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são concentrações de empresas que atuam em atividades similares ou relacionadas, que, sob uma estrutura de governança comum, cooperam entre si e com outras entidades públicas e privadas.

Segundo Juliana Arnaut de Santana, diretora técnica responsável pelo Programa de Fomento aos Arranjos Produtivos Locais, uma das vantagens do APL é facilitar o acesso de micro, pequenas e médias empresas a programas de gestão empresarial, mercado, processo, produtos e linhas de financiamento, visando ao seu fortalecimento no mercado interno e acesso ao externo. Outra vantagem é incentivar a troca de informações entre as próprias empresas, com as entidades de classe, governos e instituições de ensino e pesquisa. Essa interação entre as empresas aprimora suas vantagens competitivas, vislumbrando um cenário de estratégias de crescimento e desenvolvimento e não mais de concorrência predatória.

A elaboração do projeto de solicitação do credenciamento foi realizada pela Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e protocolada na Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Territorial do Governo do Estado em 25 de agosto de 2016. A partir deste credenciamento, a Asserti passa a ser a entidade gestora que exerce a governança do APL de TI de Marília.

Para solicitar o credenciamento, a Asserti elaborou projeto que demonstra a existência de um aglomerado de empresas de TI localizadas na região de Marília que apresentam uma especialização produtiva e mantém vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si, isso inclui parcerias com a Prefeitura, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa e entidades representativas.

Reconhecido pelo Governo do Estado do São Paulo como Arranjo Produtivo Local em 06 de setembro de 2016, o Polo de Tecnologia da Informação de Marília é apontado como referência em organização, sinergia e prospecção de investimentos, especialmente por meio das articulações entre poder público, instituições de ensino, empresários.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, presidente da Asserti, explica a importância da conquista: “com o credenciamento do APL TI Marília, as empresas poderão se beneficiar das oportunidades que serão geradas pela Rede Paulista de APLs, independentemente de ser ou não associadas da Asserti. Por meio do APL, vamos ampliar a aceleração do desenvolvimento econômico local e regional, além de destacar as empresas de TI da região e torná-las ainda mais competitivas”.

Entre os benefícios permanentes do reconhecimento, estão o acesso a projetos e recursos dos órgãos que compõem a Rede Paulista de APLs e a habilitação do APL para utilizar recursos priorizados no Orçamento do Estado para Arranjos Produtivos Locais.

“Com este reconhecimento formal, nosso município passou a integrar um grupo de elite no cenário da Tecnologia da Informação no estado de SP, considerando que dentre os 645 municípios paulistas somente 5 cidades possuem o reconhecimento oficial de APL na área de Tecnologia da Informação”, destaca Elvis.

Outro fato relevante é que no Centro Oeste Paulista, Marília é única cidade que possui um APL reconhecido e credenciado seja em qualquer área industrial. Tal fato se deve ao intenso trabalho da equipe de pesquisadores, da organização e atuação das empresas associadas da Asserti e da Prefeitura de Marília, trabalhando de forma sinérgica na busca de melhores resultados competitivos para os empresários que optam por investir em Marília.

O lançamento oficial do APL TI Marília acontece nesta terça (27/09) às 10h30 no Auditório Shunji Nishimura do Univem com a participação de representantes das empresas de TI da região, da Asserti, da Prefeitura de Marília, do CIESP, da ACIM, do SEBRAE e convidados.

O evento é aberto ao público, para mais informações acesse www.asserti.org.br ou pelo telefone: (14) 2105-0800 Ramal 354.

Serviço:

  • Evento: Lançamento Oficial do APL TI Marília
  • Data: 27 de setembro
  • Horário: 10h30
  • Local: Auditório Shunji Nishimura (Campus do Univem)
  • Endereço: Avenida Hygino Muzzi Filho, 529 – Marília/SP

Inscrições para o processo seletivo na pós graduação do instituto de computação da UNICAMP – ingresso 1º semestre de 2017

unicamp2
As inscrições para o Mestrado e Doutorado do IC são abertas geralmente em maio de cada ano, para ingresso no segundo semestre, e em outubro de cada ano, para ingresso no primeiro semestre do ano seguinte (confira sempre o calendário específico).
Desse modo, o período de inscrição do processo seletivo do 1º semestre de 2017 para o Programa de Pós Graduação do Instituto de Computação, modalidade Mestrado e Doutorado,  será de 26/09 (próxima segunda) a  23/10/2016.
O candidato deverá possuir graduação em Computação ou áreas afins, realizada em instituição de ensino superior brasileira reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou em instituição de ensino superior do exterior.
A análise da Comissão Avaliadora terá por base as seguintes informações: formação  acadêmica do candidato, histórico escolar,  currículo, cartas de recomendação, resultados obtidos no POSCOMP, plano de pesquisa e carta de apresentação. Outras informações que podem ser consideradas pela Comissão são: publicações, proficiência em inglês, participação em projetos de pesquisa e premiações.
Em cada semestre o Programa de Pós oferecará algumas disciplinas em inglês.
Veja mais informações sobre o processo seletivo no link: http://www.ic.unicamp.br/pos/ingresso

Empresa de consultoria de TI está a procura de estagiário(a)

Desejável: Conhecimentos básicos em programação, Linux e negócios.
Vontade de aprender e inglês são muito bem vindos!
Cursos de Sistemas de Informação e Ciências da Computação – Univem.
Trabalho em Home-Office!

Curriculo para victor@simple4it.com