Arquivos da Categoria: Atualização Profissional

Chamada de propostas de minicursos para a X Semana de Tecnologia da Informação

Estão abertas inscrições de propostas de minicursos para a X Semana de Tecnologia da Informação que acontece no período de 11 a 16 de setembro,  evento promovido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem com o apoio da ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) e do CITec-Marília (Centro de Inovação Tecnológica de Marília)

O minicursos podem ser ministrados por profissionais de Tecnologia da Informação (TI), alunos e ex-alunos e deverão ser de 3 horas e contemplar temas ligados a tecnologia, empreendedorismo e inovação em TI.

As propostas de minicursos devem ser enviadas até 31 de julho para o e-mail  semanati@univem.edu.br com as seguintes informações:

  • Nome do ministrante;
  • Nome da empresa;
  • Tema do minicurso;
  • Breve descrição do minicurso;
  • Experiência do ministrante com o tema;
  • Softwares e equipamentos necessários;
  • Horário:
    [ ] Período Noturno – segunda/sexta (11 à 15 de setembro)
    [ ] Período Manhã – sábado (16 de setembro)

Os participantes que ministrarem minicursos terão isenção da taxa de inscrição no evento e receberão certificado de comprovação da ministração do minicurso.

O resultado das propostas devem sair até o dia 07 de agosto.

Para mais informações sobre o evento, acesse: www.univem.edu.br/semanati2017.

Cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação levam expertise para Escola Waldemar Moniz

De um lado o conhecimento, a expertise oferecidos pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, coordenados pelo Prof. Dr. Elvis Fusco. De outro, uma escola com um rico material tecnológico doado pelo Estado, alunos ávidos por aprender e a falta de capacitação. Juntos e embuídos em transformar as plataformas eletrônicas em material didático, nasceu a parceria entre a instituição e a Escola Estadual Waldemar Moniz.

As aulas de robótica, com o uso do arduíno – plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única, acontecem duas vezes por semana e são monitoradas pelos alunos Valdeir da Silva Neto e Marcelo de Souza da Silva dos Santos do curso de Sistemas de Informação e orientadas pelo professor do curso de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, Fábio Navarro.

Segundo ele o objetivo é fazer com que com a utilização dos kits, os alunos pensem em programas que interajam e contribuam com o meio. “É o que chamamos de Internet das Coisas. Aqui há um material humano e tecnológico muito importante. Só faltava a capacitação para a utilização do arduíno. Com essa parceria o Univem promove a extensão. Leva seu conhecimento à comunidade”, comentou.

A partir da utilização dos recursos tecnológicos na construção de novas propostas pedagógicas, a escola Waldemar Moniz tem buscado a inclusão digital no ensino. Dentro desse propósito, nasceu o “Projeto Mãos de Aço” que cria meios para os estudantes se apropriarem criticamente das inovações tecnológicas, fundamentais para a participação no mundo do trabalho, a formação acadêmica e cidadania. O projeto é interdisciplinar e promove a integração dos alunos.

Segundo a professora de Física da escola, Nathália Veronezzi  a parceria com o Univem foi fundamental para a realização do projeto. Ainda, de acordo com ela, o contato dos alunos com a universidade é fundamental para ampliar os horizontes dos jovens, que a partir dos laboratórios de informática monitorados pelos alunos e professor da universidade, têm percebido a tecnologia como oportunidade no mercado profissional.

Para o aluno do 3º ano do Ensino Médio, Gabriel Dias Praça, as aulas monitoradas e a parceria com o Univem possibilitou aos alunos um contato ímpar com o meio universitário. “A gente teve e continua tendo um contato que antes não tínhamos com a universidade. Passamos e conhecer as possibilidades oferecidas e o que o mercado tem exigido. Já penso em criar um programa que auxilie os alunos no processo de aprendizagem”, afirmou.

O Prof. Elvis Fusco destaca o fato que esse conhecimento que os estudantes do Univem estão compartilhando com os alunos da escola de Ensino Médio são adquiridos em sala de aula e em projetos de pesquisa. “Nessa parceria nossos alunos exercem o papel de multiplicadores do conhecimento fazendo um papel social muito importante ao ajudar a Escola Waldemar Moniz utilizar esses aparatos tecnológicos que foram adquiridos com recursos públicos e inspirar os jovens do ensino médio a ingressar no mercado de Tecnologia da Informação”, concluiu o coordenador.

Univem realiza palestra sobre startups e aceleradoras

O Univem, por meio dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) e do Centro Incubador de Empresas de Marília (Ciem), realiza nesta sexta (05/05) palestra sobre os ecossistemas de startups e fontes de fomento a empreendimentos inovadores.

A palestra será ministrada pelo CEO da aceleradora Sevna Seed, João Paulo Geroldo, e é direcionada para empreendedores, startups e alunos que estão desenvolvendo seus projetos de empreendedorismo ainda na graduação ou pós-graduação.

Segundo João Paulo Geroldo, CEO do Sevna, o termo “startup” geralmente é associado ao ato de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento. A startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável. Na prática são pessoas trabalhando com uma ideia diferente que pode gerar soluções para a sociedade e atender as necessidades de potenciais consumidores.

“Há empresas inovadoras em todos os setores, mas as startups de base tecnológica são mais frequentes, pois muitos perceberam que a maior riqueza do homem é a sua criatividade, que nos permite não precisar de recursos físicos para gerar valor econômico, mas sim de uma boa ideia, técnica e muita vontade.”, explica Geroldo.

Geroldo esclarece que no Brasil existem diversos investidores e grupos de investimento especializados em startups, mas somente as empresas bem preparadas e estruturadas possuem reais condições de receberem investimentos. A aceleradora atua nesse meio-campo entre investidores e empreendedores.

IMG_20160930_151700804

Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília)


O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, do CITec-Marília e do Ciem, relata que esta palestra marca a primeira ação da parceria dos ambientes de inovação de Marília (CITec-Marília e CIEM) e a aceleradora Sevna. “Além desta palestra para startups que acontece nesta sexta, iremos oficializar a parceria com a Sevna num evento promovido pela Asserti no Ciesp para empresários e investidores neste sábado às 09h da manhã”, explica o coordenador.

Segundo Fusco, tanto investidores quanto empreendedores de startups da região de Marília poderão a partir de agora estar inseridos nas edições de investimento e aceleração. “Nesta edição de 2017, serão investidos R$ 3,3 milhões em 16 a 24 startups num programa de 18 meses, as startups de Marília e região já poderão, a partir da efetivação desta parceria, participar deste programa de aceleração”, conclui Elvis Fusco.

Agenda:
Palestra sobre Ecossistemas de Startups e Aceleradoras
Data: 05 de maio
Horário: 19h30
Local: Salão Nobre do Univem

Univem promove evento internacional de software livre

No dia 08 de abril, o Univem sediará pela sexta vez o FLISOL – Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre, evento internacional realizado simultaneamente em mais de 20 países desde 2005. O objetivo principal é promover a cultura do uso do Software Livre, mostrando ao público em geral a filosofia e a difusão de tecnologias de informação.

O evento é aberto a toda comunidade de Tecnologia da Informação da região e tem como atrações: palestras, minicursos e distribuição de softwares livres. O Flisol em Marília é realizado pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem por meio do COMPSI – Computing and Information Systems Resource Lab.

O Flisol é organizado pelos professores e alunos do Univem e é dirigido e aberto a todo tipo de público: estudantes, acadêmicos, empresários, profissionais, entusiastas e qualquer pessoa que tenha interesse, independente de seu conhecimento de Tecnologia da Informação..

No FLISOL, realizado desde 2011 em Marília, você terá a oportunidade de instalar software livre, que é uma alternativa real e segura para outros modelos de software no seu computador, participar de palestra e minicursos, esclarecer suas dúvidas e conhecer algumas das diversas soluções que o Software Livre apresenta para empresas, escolas, governo e até para uso pessoal. Vale lembrar que o evento é totalmente gratuito e livre e as palestras e minicursos serão certificados.

O evento será aberto com a palestra “A revolução da cultura maker e Internet das Coisas”, ministrada pelo profissional do Google, Neto Marin, que abordará a cultura do software livre, o movimento maker no contexto da Internet das Coisas. No período tarde acontecerão minicursos sobre Desenvolvimento WEB com Python e Django, OpenMP, Framework para Software Web, Controle de Versão usando Git, GNU/Linux, Ruby, Arduino e WEKA.

De acordo com o professor e coordenador do evento, Dr. Leonardo Botega, o principal objetivo do festival é apresentar alternativas quanto aos produtos oferecidos no mercado de softwares e propagar o quer chama de “filosofia do software livre”. “O intuito é ampliar a formação do aluno a apresentar novas possibilidades para empresas e profissionais da área com a cultura do software livre”, destacou.

O festival acontece em 60 cidades-sede simultaneamente no decorrer de todo o dia. “Trata-se de uma oportunidade de network. Enquanto o evento acontece aqui em Marília, trocamos informações com outros países e nos informamos do que está acontecendo por lá. Assim, conseguimos alinhar os objetivos do evento como um todo”, explicou Botega.

O coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, Prof. Dr. Elvis Fusco, destaca Marília como forte referência na área de Tecnologia da Informação. “As instituições de ensino têm uma responsabilidade muito grande neste contexto de Marília ser reconhecida como polo regional de TI e o Univem exerce seu papel trazendo para a região eventos de expressividade nacional com apoio do CNPq, da Sociedade Brasileira de Computação e das empresas de TI da região por meio da ASSERTI (Associação das Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação)”, explica Fusco.

 

Mais informações e inscrições devem ser feitas pelo site http://www.univem.edu.br/compsi/flisol.

 

 

FLISOL – Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre

 

Ex-aluna de Computação do Univem assume cargo no Ministério da Saúde

A ex-aluna do curso de Bacharelado em Ciência da Computação do Univem e atualmente professora do Instituto de Informática da Universidade Federal de Goiás (UFG), Juliana Souza-Zinader, foi empossada, nesta segunda-feira (13/3), como coordenadora-geral de monitoramento e avaliação do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS (DEMAS), da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde. A nomeação foi um convite do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em reconhecimento a formação e contribuição da profissional na área de Informática em Saúde alinhada ao projeto prioritário de informatização dessa gestão, em especial as estratégias de e-saúde.

A indicação se deu após o XV Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, realizado pela Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) e promovido pela Universidade, em novembro do ano passado, do qual a docente foi presidente. O evento teve como tema “A informática transformando a saúde” e, além do ministro, a abertura oficial teve a participação do reitor da UFG, professor Orlando Afonso Valle do Amaral, entre outras autoridades representativas do governo, sociedade e academia.



Juliana é ex-aluna do curso de Ciência da Computação do Univem


Juliana tem doutorado em Bioengenharia, no qual desenvolveu a sua tese e um pós-doutoramento no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto/SP. Ela acredita que os seis anos vivenciando a prática clínica foram fundamentais para a sua formação e desdobramentos na área. Na UFG, é membro da Comissão de Governança da Informação em Saúde e atua também como diretora de educação da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde.

A melhor formação superior em Computação e Tecnologia da Informação é no Univem

Mestrado em Sistemas de Informação – USP [inscrições abertas até 18/nov]

Mestrado em Sistemas de Informação – USP

Encontram-se abertas as inscrições para o processo seletivo para “aluno regular” do curso de Mestrado em Sistemas de Informação da Universidade de São Paulo para início no primeiro semestre de 2017.

Período de inscrições: 03/10/2016 a 18/11/2016

Edital de seleção e outras informações: http://ppgsi.each.usp.br/ingresso/

Linhas de pesquisa e áreas de pesquisa:

  • Gestão e desenvolvimento de sistemas (13 vagas)
    • Banco de dados
    • Engenharia de software
    • Gestão de tecnologia da informação
    • Interação humana-computador
  • Inteligência de sistemas (7 vagas)
    • Inteligência artificial
    • Processamento gráfico
    • Reconhecimento de padrões

Sobre o programa: 
O Programa de Pós-graduação em Sistemas de Informação (PPgSI) tem por objetivo contribuir para a solução de problemas reais, altamente complexos, por meio do desenvolvimento de pesquisa científica direcionada a tratar esses problemas e a formar recursos humanos com conhecimento amplo para resolvê-los.

O PPgSI oferece um Mestrado Acadêmico na área de Ciência da Computação. Dentro da Ciência da Computação, o PPgSI busca propor, desenvolver, aplicar e avaliar diferentes metodologias e técnicas computacionais que, quando integradas entre si, proporcionam soluções para os desafios de diferentes áreas de aplicação de conhecimento.

Para contribuir com a solução de problemas reais, o PPgSI dirige seus esforços de pesquisa a mais de dez áreas de aplicação, incluindo: Ambientes Corporativos e Processos de Negócio; Bioinformática; Biometria; Economia; Educação e Educação a Distância; Internet e Redes Sociais; Jogos; Linguística e Linguagem Natural; Química; Robótica; e Saúde. Essas áreas de aplicação são dinâmicas, dentro do PPgSI, em relação ao interesse de pesquisadores, necessidades da sociedade e parcerias estabelecidas.

Informações:
Serviço de Pós-graduação
Escola de Artes, Ciências e Humanidades – EACH
Universidade de São Paulo – USP
Fone: (11) 3091-8816 / 3091-8197
ppgsi-each@usp.br
http://ppgsi.each.usp.br/

Mantenham-se informados:
– Curtam nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/ppgsi.usp
– Sigam nossa página no LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/mestrado-acadêmico-em-sistemas-de-informação—usp-leste

E AI? Vai Fazer Mestrado?

usp-logo    logoufscar    unicamp2    unesp-logo

Links de programas de mestrado que os alunos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM ingressam todos os anos.

Destacando a importância de publicar no CPC (Congresso de Pesquisa Científica) os resultados do seu trabalho de TCC, acumulando assim, mais um requisito para ingresso nos programas de pós-graduação listados a seguir:


UNESP Bauru (ainda não abriu inscrições)
ENGENHARIA ELÉTRICA
Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
COMPUTAÇÃO
De 15 de setembro a 27 de outubro de 2016


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
ENGENHARIA ELÉTRICA
12/09/2016 a 07/10/2016


Universidade Federal de São Carlos (ainda não abriu inscrições)
COMPUTAÇÃO


Atenção: em breve o COMPSI irá atualizar essa lista com outros programas de mestrado.
Importante: verificar atentamente as datas limites de inscrição.
Carta de recomendação: procurar os professores de BCC e BSI para solicitar as cartas de recomendação.

Processo Seletivo para Estágio em Suporte em TI na FAMEMA

 A FAMAR (Fundação de Apoio à Faculdade de Medicina de Marília) divulga a abertura de inscrições ao Processo Seletivo para contratação de ESTAGIÁRIO, com validade de 06 meses a contar da data de divulgação do Resultado Final.

  • Vagas: Será oferecida 01 (uma) vaga para atuar na área de Suporte de Tecnologia da Informação.
  • Atividades básicas para área de atuação: Auxiliar no desenvolvimento de suporte e manutenção dos sistemas de informação da instituição; auxiliar na realização de atividades relacionadas a análise de dados de sistemas de informação; auxiliar na instalação e configuração de máquinas com os sistemas operacionais Linux e Windows; auxiliar na manutenção preventiva e na atualização de softwares das máquinas gerenciadas NTI/Famema; auxiliar na manutenção e no gerenciamento da rede computacional; pesquisar assuntos relacionados à Tecnologia de Informação; auxiliar no atendimento e apoio aos usuários no desenvolvimento de aplicativos para a Famema.
  • Requisitos básicos: : O candidato deverá ter conhecimentos básicos de hardware (monitores, CPUs, estabilizadores, nobreaks e impressoras); conhecimentos básicos em sistemas operacionais (Windows e Linux); conhecimentos básicos de aplicativos (browsers, programas de e-mails, suíte de aplicativos Microsoft Office); conhecimentos básicos de um ambiente computacional em rede; conhecimentos em programação de computadores e noções de banco de dados (SQL Structure Language Query).
  • Duração do estágio: Será de 01 (um) ano.
  • Carga horária: O estágio será de 30 horas semanais, no horário da manhã ou tarde.

Para mais informações acesso o edital: estagiosuporteti

ASSERTI promove ciclo de capacitações

A ASSERTI (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação) está com inscrições abertas para treinamentos e capacitações tanto para gestores quanto para os profissionais de TI.

São 3 cursos nas áreas de: Liderança, Planejamento Estratégico e Desenvolvimento de Aplicativos Móveis Híbridos.

Curso de Planejamento Estratégico que Gera Lucro  – clique aqui e obtenha mais informações.

planejamentoestrategico

Curso de Desenvolvimento de Aplicativos Híbridos – clique aqui e obtenha mais informações.

aplicativoshibridos.png

Curso O Líder que Gera Lucro – clique aqui e obtenha mais informações.

lideranca.png

Para mais informações ligue (14) 2105-0800 – Ramal 354 ou pelo site www.asserti.org.br.