Comciti apresenta projeto de lei municipal de incentivo à inovação

O Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (Comciti) entregou neste dia 25 de janeiro, projeto de Lei Municipal de Incentivo à Inovação ao Prefeito de Marília, Daniel Alonso.

No ato, o prefeito Daniel foi apresentado a todos os integrantes do conselho e sua diretoria. Estiveram também presentes no evento, secretários da administração municipal e o vereador Marcos Rezende, autor da lei municipal que criou o conselho.

entrega-01

Integrantes do Comciti entregam Projeto de Lei de Incentivo à Inovação ao Prefeito Daniel Alonso

O Comciti tem representantes das principais entidades das áreas da educação, indústria, comércio e serviços da cidade de Marília e para conduzir o trabalho de elaboração do projeto de lei de forma participativa e inclusiva, foi constituída uma Comissão de Trabalho, liderada pelo Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira, representante do Univem no conselho, que se baseou nas melhores práticas de incentivo à inovação das principais cidades do país que se destacam nessa área.

O presidente do Comciti, Chikao Nishimura, diretor do CIESP, destacou a relevância da atitude de inovação nas organizações e enfatizou a constante necessidade de atualização do setor produtivo local, razão maior da criação e instalação do futuro Parque Tecnológico. Ao comentar o assunto ele disse: “Esta lei será um marco para a cidade de Marília, porém será necessário tirá-la do papel e criarmos uma cultura de inovação na região para que possamos fazer com que a industria continue crescendo neste ambiente competitivo atual”.

Elvis Fusco, presidente da Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação), explanou sobre a importância da existência de uma Lei Municipal de Incentivo à Inovação no contexto dos Parque Tecnológicos. “Políticas públicas que apoiem projetos de inovação nos setores produtivos mostram o amadurecimento da gestão municipal e a sinergia do poder público, das universidades e da indústria local e regional na busca de diferenciais competitivos das empresas. Esse cenário é pré-requisito e deve acontecer antes da instalação do Parque Tecnológico de Marília.”, explicou Elvis, que também é vice-presidente do Comciti.

entrega-2

Prof. Dr. Elvis Fusco explica a importância da lei para o desenvolvimento da cidade

 

O Prefeito Daniel Alonso elogiou o trabalho do conselho e do secretário municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Cássio Luiz Pinto Junior, que resultou no projeto de Lei. “O empreendedorismo e inovação são a base da geração de renda e do emprego e a cidade de Marília tem todo o potencial para liderar esse processo na região. Os empreendedores podem contar com essa administração no apoio de políticas para o crescimento de nossas empresas.”, destacou.

Divulgada a data de realização do POSCOMP 2017

poscomp2017

O Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (POSCOMP) é um exame aplicado em todas as regiões do País. Em parceria com a Sociedade Peruana de Computação, desde 2006 o Exame passou a ser realizado no Peru. O POSCOMP testa conhecimentos na área de Computação e tem como objetivo específico avaliar os conhecimentos de candidatos a Programas de Pós-Graduação em Computação oferecidos no Brasil. A grande maioria dos Programas de Pós-Graduação no País utiliza, de alguma forma, o resultado do POSCOMP em seu processo seletivo.

O POSCOMP foi concebido para permitir que os candidatos a cursar Programas de Pós-Graduação em Computação possam participar dos processos seletivos em vários Programas no País, sem a necessidade de deslocamento para a sede de cada um dos Programas postulados pelo candidato, cumprindo assim um forte papel de inclusão social.

O candidato realiza a prova no local mais próximo de onde mora e o resultado de seu exame é enviado para todos Programas que participam do POSCOMP, podendo assim o candidato pleitear vaga em qualquer um dos programas de pós-graduação que participam do POSCOMP.

Os candidatos que realizam o Exame têm acesso ao seu resultado, individualmente, bem como a indicação das questões certas e erradas, a média e o desvio padrão.

O período de inscrições para o POSCOMP 2017 pela internet, através do site http://www.fundatec.org.br é de 13/06 a 15/08/2017 e a prova ocorrerá em 17/09/2017. O edital será divulgado no site da SBC e também no da Fundatec.

Fonte: http://www.sbc.org.br/noticias/1938-divulgada-a-data-de-realizacao-do-poscomp-2017

Chamada de submissão de trabalhos para o V Workshop de Comunicação em Sistemas Embarcados Críticos (WoCCES) – SBRC 2017

cfp-wocces-2017-portugues-1
Este workshop se concentra em importantes inovações e avanços recentes na especificação, projeto, construção e utilização da comunicação em sistemas embarcados críticos, sendo que o objetivo do mesmo é o de reunir pesquisadores e profissionais da indústria e da academia e proporcionar-lhes uma oportunidade para se informar sobre os últimos desenvolvimentos, implantações, tendências tecnológicas e resultados de pesquisa, bem como iniciativas relacionadas com sistemas embarcados e suas aplicações em uma variedade de ambientes industriais.

TÓPICOS DE INTERESSE

Para a quarta edição do WoCCES, autores são convidados a submeter trabalhos originais. Autores que possuam trabalhos com resultados preliminares ou trabalhos em andamento também são encorajados a submeter artigos. A lista não exaustiva de tópicos de interesse é:
  • Algoritmos Distribuídos;
  • Arquiteturas de Software e Hardware;
  • Integração de Clusters de Alta Disponibilidade e Grades com Sistemas Embarcados;
  • Acesso ao meio (MAC), antenas direcionais e rádios cognitivos;
  • Comunicação em Grupo;
  • Computação Móvel e Embarcada;
  • Middleware e Serviços Web;
  • Interação entre sensores e Robôs Móveis;
  • GPU;
  • FPGA;
  • Fly by Wireless;
  • Redes P2P, Móveis e Ad-Hoc;
  • Segurança Crítica (Safety) e Certificação;
  • Segurança (Security);
  • Redes de Sensores e Veiculares;
  • Unmanned systems (UAVs, UGVs).

FORMATO DE WORKSHOP

O WoCCES incluirá a apresentação dos artigos aceitos completos para publicação.

INSTRUÇÕES PARA AUTORES

Os artigos devem ser redigidos em língua portuguesa ou inglesa, de acordo com as seguintes categorias.
Artigos regulares com apresentação de contribuições originais, até 10 páginas;
Relatos com experiências práticas, descrição de ferramentas ou estudos de caso de pesquisas originais, até 10 páginas;
Todos os artigos aceitos e revisados, de acordo com as recomendações do comitê de programa do WoCCES, serão publicados no volume de Workshop nos Anais do SBRC.
O trabalho deve ser apresentado de acordo com o formato para publicação de artigos indicados pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), cujos modelos estão disponíveis em: http://www.sbc.org.br/documentos-da-sbc/summary/169-templates-para-artigos-e-capitulos-de-livros/878-modelosparapublicaodeartigos Evite imagens não vetorizadas ou muito pequenas.
As submissões eletrônicas serão feitas por meio do sistema JEMS (https://submissoes.sbc.org.br/). O formato eletrônico para o envio precisa ser PDF.
Importante: Ao menos um dos autores dos artigos selecionados precisará se registrar para participação no SBRC  2017, para apresentação no WoCCES.

DATAS IMPORTANTES

Submissão de artigos (completos): 27 de Março de 2017
Notificação dos artigos aceitos: 17 de Abril de 2017
Submissão da versão final revisada: 24 de Abril de 2017

COMITÊ DE ORGANIZAÇÃO DO WOCCES

Adriano Mauro Cansian – IBILCE – UNESP Rio Preto
Alex Sandro Roschildt Pinto – UFSC – Blumenau
Daniel Fernando Pigatto – ICMC – USP
Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – ICMC – USP
Vandermi João da Silva – UFAM

COMITÊ DE PROGRAMA DO WOCCES

Adriano Mauro Cansian – IBILCE – UNESP São José do Rio Preto
Alex Sandro Roschildt Pinto – Universidade Federal de Santa Catarina – Blumenau
Carlos Barros Montez – Universidade Federal de Santa Catarina
Célia Leiko Ogawa Kawabata – IFSP – Instituto Federal de São Paulo – Campus São Carlos
Daniel Fernando Pigatto – ICMC-USP
Edson dos Santos Moreira – ICMC-USP
Ellen Francine Barbosa – ICMC-USP
Fábio Dacêncio Pereira – UNIVEM
Fernando Santos Osório – ICMC-USP
Gustavo Pessin – Vale
Horácio Antonio Fernandes de Oliveira – Universidade Federal do Amazonas
Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva – IMD – Instituto Metropole Digital
Jacir Luiz Bordim – Universidade de Brasília
João Cunha – Instituto Politécnico de Coimbra
Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – ICMC-USP
Luciana Martimiano – Universidade Estadual de Maringá
Luiz Henrique Castelo Branco – IFSP – Instituto Federal de São Paulo – Campus Araraquara
Marco Vieira – Universidade de Coimbra
Marcos Fagundes Caetano – Universidade de Brasília
Mario Antonio Ribeiro Dantas – Universidade Federal de Santa Catarina
Mário Meireles Teixeira – Universidade Federal do Maranhão
Paulo Portugal – Universidade do Porto
Raimundo Barreto – Universidade Federal do Amazonas
Vandermi João da Silva – Universidade Federal do Amazonas

CONTATO

Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco – kalinka@icmc.usp.br
Mais informações: www.lsec.icmc.usp.br/wocces

Univem lança nova edição de sua Revista Internacional de Computação e Informática

cover_issue_45_en_us

A Revista Científica Journal on Advances in Theoretical and Applied Informatics – JADI, produzida pelo COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), laboratório e centro de pesquisa vinculado aos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, acaba de lançar sua terceira edição (Volume 2 Número 2).

A Revista JADI é uma publicação científica internacional periódica, com o objetivo de contribuir com o avanço de áreas correlatas à Computação e Informática em geral, promovendo a disseminação de informações técnico-científicas produzidas por pesquisadores e profissionais de grandes centros nacionais e internacionais.

Segundo o Prof. Dr. Leonardo Castro Botega, editor da JADI, o periódico objetiva se manter como uma publicação internacional de alta qualidade, visibilidade e abrangência, apresentando artigos científicos que representam o estado da arte em aspectos práticos e teóricos de temas relevantes e atuais em Tecnologia da Informação, Gestão, Ciência da Computação, Sistemas de Informação e Ciência da Informação.

Botega explica que “o terceiro número do JADI é uma edição especial dedicada a trabalhos sobre a Gestão da Informação Digital incluindo: métodos para processamento de Big Data, visualização analítica da informação, modelagem de dados em organizações, integração de múltiplos dados heterogêneos para a tomada de decisão, interação afetiva com a informação e redes neurais artificiais para a geração e manutenção de bases de conhecimento. Neste terceiro número, a instituição está orgulhosa em apresentar trabalhos de renomados pesquisadores e profissionais de grandes centros de pesquisa internacionais, tais como Atilim University (Turquia), Polytechnic University of San Luis Potosí (México), University of Castilla-La Mancha (Espanha), Università Degli Studi di Salerno (Itália), Florida International University (EUA), City University of New York (EUA), Université de Lyon (França), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)”.

O professor Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, ressalta que a revista JADI tem apresentado resultados de pesquisas que congregam temas ligados a tecnologias computacionais com o objetivo de dar conta dos desafios dos novos ambientes informacionais digitais que caracterizam-se pela indissociabilidade entre a Computação e a Informação num cenário de explosão informacional.

O Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira, coordenador de pesquisa e extensão do Univem acredita que estes artigos demonstram a alta qualidade, excelência e relevância que esperamos de um journal. Nosso objetivo é que o JADI emerja como um fórum dinâmico e ativo para a disseminação de ideias inovadoras que contribua para o desenvolvimento das áreas da Computação e Informática.

A revista tem sua periodicidade semestral e os artigos desse novo número podem ser obtidos no website da revista: http://www.univem.edu.br/jadi.

Matéria sobre o CIEM e o CITec-Marília no Visão de Mercado

 

6º Seminário Locaweb acontece no Univem

6oseminario-marilia-cartaz-3.jpg

Ambientes de Inovação de Marília presentes no Mapa SP Conecta

spconectaA Investe São Paulo, Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, anunciou essa semana, o lançamento do Mapa SP Conecta. Trata-se de um mapeamento inédito e interativo de empresas e entidades no Estado de São Paulo que apoiam quem deseja empreender nesse setor.

Os seguintes ambientes de inovação e empreendedorismo de Marília estão presentes no Mapa SP Conecta:

  • Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília);
  • Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM);
  • Inova Marília;
  • Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (ASSERTI);
  • Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM).

Clique e navegue no Mapa do Ecossistema de Apoio ao Empreendedor do Estado de São Paulo: https://mapme.coplusm/spconecta

Vaga para Programador PHP

phpConhecimento obrigatório: Desenvolvimento, gestão e manutenção de webservices e aplicativos; Experiência com linguagem PHP; Desenvolvimento de site dinâmico; vivência com banco de dados MySQL; conhecimentos de HTML e Javasript e conhecimentos servidor Linux.

Horário de Trabalho: Segunda a Sexta das 8hrs as 18hrs, uma hora e quinze de almoço.

Salário: a combinar.

Benefícios: fora o salário, haverá mais duzentos reais em dinheiro referente ao valor do transporte e cesta básica.

INTERESSADOS DEVERÃO ENCAMINHAR CURRÍCULO PARA O E-MAIL: comercial@sisfrete.com.br, com assunto VAGA PROGRAMADOR.

Estaremos selecionando os currículos e chamando para aplicação de teste.

Alunos de Sistemas de Informação publicam em Simpósio Internacional

Com o objetivo de desenvolver uma ferramenta de reconhecimento de voz utilizando estudos apresentados pelo Atlas Linguístico do Brasil – ALiB, com a finalidade de gerar um banco de dados contendo um conjunto de comandos por voz que contemple as características fonéticas das variantes do Português do Brasil, os alunos do 2º ano do curso de Sistemas de Informação do Univem, Marcelo de Souza da Silva dos Santos e Valdeir da Silva Neto, sob orientação do Prof. Ildeberto Bugatti, apresentaram o trabalho “Estudo De Ferramentas de Reconhecimento e Comandos por Voz para Português do Brasil” durante o VI Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa, evento que aconteceu na cidade de Uberlândia entre 19 e 21 de outubro.

sielp

Prof. Idalberto Bugatti e os alunos de Sistemas de Informação, Marcelo de Souza da Silva dos Santos e Valdeir da Silva Neto.

O SIELP – Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa – é um evento acadêmico-científico que objetiva promover reflexões em torno do ensino de Língua Portuguesa, tornando possível o diálogo entre pesquisadores brasileiros e com pesquisadores de instituições estrangeiras. Configura-se, portanto, como mais um momento de discussão e circulação de ideias e de trabalhos que fundamentam as principais linhas de pesquisa relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa.

O Prof. Ildeberto Bugatti, professor dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que o trabalho é fruto de pesquisas desenvolvidas no âmbito da iniciação científica que é estimulada desde o 1º ano nos alunos  de Ciência da Computação e Sistemas de Informação.

Bugatti, que é o orientador do projeto de pesquisa, destaca a relevância do tema: “Embora haja várias tecnologias para reconhecimento e comandos por voz disponíveis no mercado, muitas aplicadas a sistemas de controle de processos e automação como aquelas presentes em computadores portáteis – smartphones, tablets, notebooks – ou embarcados – indústria automobilística, poucas utilizam técnicas de reconhecimento de voz aplicadas especificamente para o Português do Brasil, fato que gera problemas quando da utilização dos comandos: fabricantes e montadores de mobiles ou veículos dotados de sistemas com comados de voz no Brasil têm dificuldades em considerar todas variantes linguísticas para que o equipamento funcione de modo adequado com proprietários de qualquer região do país”.

A publicação e participação dos alunos e do professor orientador teve o apoio do COMPSI – Computing and Information Systems Research Lab, laboratório de pesquisa mantido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem que estimula o desenvolvimento de pesquisas científicas e tecnológicas que possibilitam a formação ampliada dos alunos e apoia a participação e publicação dos resultados de pesquisas em eventos nacionais e internacionais.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que este ano os alunos já tiveram publicações internacionais nos eventos:

  • 8th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics (USA);
  • 18th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá);
  • IoTBD, International Conference on Internet of Things and Big Data (Itália);
  • 4th WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies;
  • 22nd Iberchip Workshop;
  • 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal);
  • AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA).

Mais informações sobre as pesquisas e publicações dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem podem ser obtidas no site www.compsi.univem.edu.br.

A melhor formação superior em Computação e Tecnologia da Informação é no Univem