Impulso ao uso do software livre – FLISOL

Univem consolida-se como centro de divulgação na região. Flisol teve realização simultânea em 20 países

Pelo segundo ano consecutivo, o Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre (Flisol) teve Marília como uma de suas sedes. A organização ficou por conta do COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab), núcleo de pesquisa e tecnologia ligado aos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem.

Realizado no dia 28 de abril, simultaneamente no Brasil e outros 19 países latino-americanos, o Flisol é o maior evento de disseminação da cultura dos padrões abertos do mundo. No Univem, contou com cerca de 200 participantes, dentre eles alunos de diversas instituições, docentes, profissionais e entusiastas do software livre. Foi um dia recheado de palestras, oficinas e debates, além da instalação gratuita de programas livres nos computadores dos participantes.

O Prof. Ms. Leonardo Botega, da comissão organizadora, faz um balanço positivo do evento. “Atingimos nichos acadêmicos e de mercado, com grande interesse em buscar alternativas aos softwares pagos de uso cotidiano, e pudemos esclarecer os pontos positivos em optar por tais tecnologias”, diz.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, concorda com Leonardo. “Conseguimos dar um passo além na disseminação dos padrões livres”, destaca. Ele lembra que, por trás do software livre não existe uma corporação, mas sim uma comunidade voluntária, na qual todos compartilham a cultura da inteligência coletiva.

O evento teve início com a palestra “Como contribuir com projetos de software livre”, ministrada por Luciana Fujii (Collabora e Gnome Foundation). Houve minicursos e oficinas, alguns oferecidos por alunos do Univem.

“A experiência que ganhei ao dar o curso, assim como já ocorreu em outras oportunidades, como a Semana de Tecnologia, no ano passado, é algo muito importante para a carreira que penso em seguir”, testemunha Fábio Rodrigues Jorge, do quarto ano de Ciência da Computação, que ministrou o minicurso “Introdução à linguagem Python”.

Os amigos Rafael Luiz de Macedo e Ivan Sakai, respectivamente do terceiro e quarto anos de Ciência da Computação, vivenciaram a mesma experiência. Eles foram responsáveis pelo minicurso “Ferramenta livre de Educação à Distância – Moodle”.

A aluna Ana Júlia Soares de Souza, do terceiro ano de Ciência da Computação, participou do minicurso “Introdução ao desenvolvimento com Arduino”. Para ela, que ainda não conhecia o software, foi “uma ótima oportunidade de aprendizado”.

Install Fest
Realizado paralelamente aos minicursos e oficinas, nos laboratórios do COMPSI, o Install Fest abriu espaço para que os participantes levassem seus equipamentos e, com a ajuda de especialistas, de forma legal e gratuita, instalassem softwares das mais variadas funcionalidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: