COMPSI/Univem e LSITEC/USP estabelecem intercâmbio

A última semana foi movimentada no Computing and Information Systems Research Lab – COMPSI do Centro Universitário Eurípides de Marília – Univem, com a presença de um dos pesquisadores do LSITEC (Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico) da USP-Universidade de São Paulo, Edson Emílio Alonso.

O LSITEC, fundação vinculada a USP, onde são desenvolvidos projetos expressivos nas áreas de Computação e Engenharia, se uniu ao UNIVEM que conta com professores doutores com formação em algumas áreas de interesse nacional, porém ainda em processo de absorção pelo mercado, ou seja, tecnologias do futuro. Dentre as tecnologias mais estudadas pelos docentes e alunos do Univem, podemos destacar a Realidade Virtual, conceitos avançados para o desenvolvimento de softwares e em especial o desenvolvimento de chips, motivo que atraiu os pesquisadores e alunos da USP para um intercâmbio.

O principal motivo desse intercâmbio foi a troca de informações entre alunos da graduação do curso de Ciência da Computação do Univem e o especialista da USP, a respeito de algumas tecnologias dominadas apenas em esferas industriais e acadêmicas de pesquisa. De acordo com o professor do Univem, Fábio Dacêncio Pereira, o intercâmbio foi vantajoso tanto para o Univem, quanto para a USP, com a trocar de tecnologias, informações e contatos. “Tivemos acesso à tecnologias que vem sido desenvolvida pela USP e demos nossa parcela de contribuição para que o pesquisador concluísse seus trabalhos”, enumera o professor.

O Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira, também é reconhecido como especialista na área de desenvolvimento de chips, e hoje conta com um grupo de alunos dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação em projetos de iniciação científica que estudam e se dedicam ao entendimento e desenvolvimento de soluções voltadas para esta tecnologia. “Por meio deste intercambio, o pesquisador da USP conseguiu esclarecer muitos pontos de minha pesquisa e está voltando para a USP com soluções e encaminhamentos necessários para finalizar seu trabalho”, considera o professor Dacêncio.

Em contrapartida, Edson trouxe um conhecimento não convencional e pouco explorado no país sobre a tecnologia smart cards. Edson explica que os smart cards são cartões convencionais que têm embutido um processador e memórias. “Todos nós utilizamos muito em nosso dia-a-dia em compras on-line, meios de pagamento digital, vale refeição, já que eles agregam funcionalidades como identificação de pessoas e transações monetárias, tudo isso com um nível de segurança considerado satisfatório”, finaliza o pesquisador da USP.

Edson fez uma doação, através da USP, para o Univem de um kit de desenvolvimento e cartões para que os alunos dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação possam se especializar para atender um mercado restrito, onde poucos profissionais brasileiros dominam a tecnologia. Este diferencial garante que o aluno Univem ocupe as melhores oportunidades disponíveis no mercado de trabalho. Para acompanhar as pesquisas e atividades desenvolvidas na área de informática do Univem basta acessar o site do COMPSI: www.compsi.univem.edu.br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: