6º Seminário Locaweb acontece no Univem

6oseminario-marilia-cartaz-3.jpg

Ambientes de Inovação de Marília presentes no Mapa SP Conecta

spconectaA Investe São Paulo, Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, anunciou essa semana, o lançamento do Mapa SP Conecta. Trata-se de um mapeamento inédito e interativo de empresas e entidades no Estado de São Paulo que apoiam quem deseja empreender nesse setor.

Os seguintes ambientes de inovação e empreendedorismo de Marília estão presentes no Mapa SP Conecta:

  • Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília);
  • Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM);
  • Inova Marília;
  • Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (ASSERTI);
  • Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM).

Clique e navegue no Mapa do Ecossistema de Apoio ao Empreendedor do Estado de São Paulo: https://mapme.coplusm/spconecta

Vaga para Programador PHP

phpConhecimento obrigatório: Desenvolvimento, gestão e manutenção de webservices e aplicativos; Experiência com linguagem PHP; Desenvolvimento de site dinâmico; vivência com banco de dados MySQL; conhecimentos de HTML e Javasript e conhecimentos servidor Linux.

Horário de Trabalho: Segunda a Sexta das 8hrs as 18hrs, uma hora e quinze de almoço.

Salário: a combinar.

Benefícios: fora o salário, haverá mais duzentos reais em dinheiro referente ao valor do transporte e cesta básica.

INTERESSADOS DEVERÃO ENCAMINHAR CURRÍCULO PARA O E-MAIL: comercial@sisfrete.com.br, com assunto VAGA PROGRAMADOR.

Estaremos selecionando os currículos e chamando para aplicação de teste.

Alunos de Sistemas de Informação publicam em Simpósio Internacional

Com o objetivo de desenvolver uma ferramenta de reconhecimento de voz utilizando estudos apresentados pelo Atlas Linguístico do Brasil – ALiB, com a finalidade de gerar um banco de dados contendo um conjunto de comandos por voz que contemple as características fonéticas das variantes do Português do Brasil, os alunos do 2º ano do curso de Sistemas de Informação do Univem, Marcelo de Souza da Silva dos Santos e Valdeir da Silva Neto, sob orientação do Prof. Ildeberto Bugatti, apresentaram o trabalho “Estudo De Ferramentas de Reconhecimento e Comandos por Voz para Português do Brasil” durante o VI Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa, evento que aconteceu na cidade de Uberlândia entre 19 e 21 de outubro.

sielp

Prof. Idalberto Bugatti e os alunos de Sistemas de Informação, Marcelo de Souza da Silva dos Santos e Valdeir da Silva Neto.

O SIELP – Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa – é um evento acadêmico-científico que objetiva promover reflexões em torno do ensino de Língua Portuguesa, tornando possível o diálogo entre pesquisadores brasileiros e com pesquisadores de instituições estrangeiras. Configura-se, portanto, como mais um momento de discussão e circulação de ideias e de trabalhos que fundamentam as principais linhas de pesquisa relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa.

O Prof. Ildeberto Bugatti, professor dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que o trabalho é fruto de pesquisas desenvolvidas no âmbito da iniciação científica que é estimulada desde o 1º ano nos alunos  de Ciência da Computação e Sistemas de Informação.

Bugatti, que é o orientador do projeto de pesquisa, destaca a relevância do tema: “Embora haja várias tecnologias para reconhecimento e comandos por voz disponíveis no mercado, muitas aplicadas a sistemas de controle de processos e automação como aquelas presentes em computadores portáteis – smartphones, tablets, notebooks – ou embarcados – indústria automobilística, poucas utilizam técnicas de reconhecimento de voz aplicadas especificamente para o Português do Brasil, fato que gera problemas quando da utilização dos comandos: fabricantes e montadores de mobiles ou veículos dotados de sistemas com comados de voz no Brasil têm dificuldades em considerar todas variantes linguísticas para que o equipamento funcione de modo adequado com proprietários de qualquer região do país”.

A publicação e participação dos alunos e do professor orientador teve o apoio do COMPSI – Computing and Information Systems Research Lab, laboratório de pesquisa mantido pelos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem que estimula o desenvolvimento de pesquisas científicas e tecnológicas que possibilitam a formação ampliada dos alunos e apoia a participação e publicação dos resultados de pesquisas em eventos nacionais e internacionais.

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que este ano os alunos já tiveram publicações internacionais nos eventos:

  • 8th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics (USA);
  • 18th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá);
  • IoTBD, International Conference on Internet of Things and Big Data (Itália);
  • 4th WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies;
  • 22nd Iberchip Workshop;
  • 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal);
  • AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA).

Mais informações sobre as pesquisas e publicações dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem podem ser obtidas no site www.compsi.univem.edu.br.

A melhor formação superior em Computação e Tecnologia da Informação é no Univem

Alunos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem publicam trabalhos em eventos e periódico científico internacional

O Grupo de Pesquisa Interação Humano-Computador do Univem (GIHC), grupo integrante do Computing and Information Systems Research Lab (COMPSI), laboratório de pesquisa vinculado aos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, comemora seus recentes avanços científicos com importantes publicações em veículos internacionais.

Pesquisadores do Grupo de Pesquisa GIHC

Pesquisadores do Grupo de Pesquisa GIHC

O aluno do curso de Ciência da Computação (BCC), Valdir Amâncio Pereira Junior, autor de um dos trabalhos e bolsista de iniciação científica pela Fapesp, explica que seu trabalho busca dar apoio a sistemas de tomada de decisão, mais especificamente a sistemas de gerenciamento de emergências. O estudante explica que “o trabalho tem o objetivo de utilizar múltiplas fontes de dados, como denúncias ao 190 ou 193, e integrá-las para obter uma informação única e mais significativa”. O aluno do curso de Sistemas de Informação (BSI), Jordan Ferreira Saran, bolsista de iniciação científica pelo CNPq e também autor de um dos trabalhos, explica que “busca-se também combinar informações com base no significado de cada informação presente em relatos de vítimas a centrais de atendimento emergências”.

O Prof. Dr. Leonardo Botega, orientador dos trabalhos e coordenador do grupo, acrescenta que “fornecer subsídios para uma melhor tomada de decisão pode ajudar operadores de sistemas de gerenciamento de emergências a melhor entender os eventos que ocorrem em tempo real e apoiar a alocação de recursos para um atendimento mais eficiente”. O professor também argumenta que a publicação e participação de alunos de iniciação científica em grandes eventos solidifica a competência científica da instituição e que tal atividade contribui fortemente para uma formação acadêmica mais completa dos jovens estudantes. O professor também destaca que parcerias são essenciais para o sucesso de trabalhos interdisciplinares, tais como com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e com a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP). As mais recentes publicações dos membros do GIHC do Univem são:

Artigo: Using Semantics to Improve Information Fusion and Increase Situational Awareness

Evento: AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Autores: Valdir A. Pereira Junior (aluno de Ciência da Computação), Matheus F. Sanches (aluno de Sistemas de Informação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP), Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP), Regina B. Araújo (docente da UFSCar). 

 

Artigo: Development of a User Interface for the Enrichment of Situational Awareness in Emergency Management Systems

Evento: AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Autores:   Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP), Jéssica Souza (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na UNESP), Valdir A. Pereira Junior (Aluno de Ciência da Computação) e Leonardo C. Botega (docente do Univem).

 

Artigo: Objects Assessment Approach Using Natural Language Processing and Data Quality to Support Emergency Situation Assessment

Evento: 17th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá)

Autores: Matheus F. Sanches (aluno de Ciência da Computação), Valdir A. Pereira Junior (Aluno de Ciência da Computação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de BCC do Univem e mestrando da UNESP) e Natália Oliveira (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na USP).

 

Artigo: Methodology for Data and Information Quality Assessment in the Context of Emergency Situational Awareness

Periódico: Universal Access in the Information Society

Autores: Leonardo C. Botega (docente do Univem), Jéssica Souza (ex-aluna de Sistemas de Informação do Univem e atual mestranda na UNESP), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP), Márcio R. de Campos (membro da PMESP), Vânia P. de A. Neris (docente da UFSCar) e Regina B. Araújo (docente da UFSCar).

 

Artigo: Towards Semantic Fusion using Information Quality and the Assessment of Objects and Situations to Improve Emergency Situation Awareness

Evento: 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal)

Autores: Valdir A. Pereira Junior (aluno de Ciência da Computação), Matheus F. Sanches (aluno de Ciência da Computação), Leonardo C. Botega (docente do Univem), Caio S. Coneglian (ex-aluno de Ciência da Computação do Univem e mestrando da UNESP) e Jordan F. Saran (aluno de Sistemas de Informação).

 

O Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, lembra que este ano os alunos já tiveram publicações internacionais nos eventos:

  • 8th International Conference on Applied Human Factors and Ergonomics (USA);
  • 18th International Conference on Human-Computer Interaction (Canadá);
  • IoTBD, International Conference on Internet of Things and Big Data (Itália);
  • 4th WorldCist – World Conference on Information Systems and Technologies;
  • 22nd Iberchip Workshop;
  • 11th International Conference in Digital Information Management (Portugal)
  • AHFE 2016 International Conference on Safety Management and Human Factors (USA)

Mais informações sobre as pesquisas e publicações dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem podem ser obtidas no site www.compsi.univem.edu.br.

CITec-Marília presente no maior evento de Parques Tecnológicos do país

Acontece de 17 a 20 de outubro em Fortaleza-CE, a Conferência Anprotec, o maior evento de empreendedorismo inovador da América Latina, que teve como tema nesta edição Novos Mecanismos e Espaços de Geração de Empreendimentos Inovadores.

A 26ª Conferência Anprotec, maior evento de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas do país, propõe discutir a identidade e as funções desses mecanismos e espaços, com o intuito de identificar tendências, conhecer boas práticas, trocar experiências e apontar caminhos que levem ao fortalecimento do empreendedorismo inovador, no Brasil e no mundo.

Criada em 1987, a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) reúne cerca de 300 associados, entre incubadoras de empresas, parques tecnológicos, instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e outras entidades ligadas a empreendedorismo e inovação. Líder do movimento no Brasil, atua por meio da promoção de atividades de capacitação, articulação de políticas públicas, geração e disseminação de conhecimentos.

Os mecanismos e espaços de geração de novos empreendimentos vêm evoluindo de maneira expressiva, acompanhando as demandas crescentes e diferenciadas da sociedade e dos empreendedores. Essas demandas já não podem ser mais atendidas por apenas um determinado mecanismo ou por diferentes tipos de espaço. A natureza, o segmento de atuação, a fonte da inovação e do recurso, os tipos de parceria e o estágio de desenvolvimento dos empreendimentos, entre outros fatores, irão determinar quais os melhores mecanismos de apoio e as melhores áreas de inovação para os empreendimentos.

anprotec02

Representantes do CITec-Marília

O Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília) foi representado no evento pelos professores: Dr. Elvis Fusco (Coordenador do CITec-Marília) e Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Gestor do CITec-Marília) que apresentaram os trabalhos “Ambiente Sustentável de Inovação: Estudo de Caso do Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília)” e “Plataforma de Inteligência de Negócios Baseada em Estruturas Informacionais Semânticas: Modelo Computacional e Informacional de Apoio aos Ambientes de Inovação”.

O CITec-Marília também esteve presente no stand da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo de São Paulo junto com os Parques Tecnológicos do Estado por meio de um vídeo institucional que mostra a estrutura e o serviços oferecidos para as empresas de Marília e região pelo CITec-Marília e o Centro Incubador de Empresas de Marília (CIEM).

anprotec03

Prof. Dr. Elvis Fusco (Coordenador do CITec-Marília), Andréa Correa Franco (Responsável pelos Centros de Inovação Tecnológica do Estado de SP), Prof. Dr. Fábio Dacêncio Pereira (Gestor do CITec-Marília), Margareth Lopes Leal (Responsável pelos Parques Tecnológicos do Estado de SP) e Elizabeth Correa (Subsecretária do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação)

O Univem, entidade gestora do CITec-Marília e do CIEM, sendo associado da Anprotec, teve os representantes do CITec-Marília participando da Assembleia Geral que discutiu políticas de incentivo aos ambientes de empreendimentos inovadores para o ano de 2017.

TI em alta: saiba quais são as áreas em destaque no Brasil e o salário delas

Um estudo realizado pela consultoria Robert Half sobre o mercado de trabalho em 2017 aponta que o ano será de bons rendimentos para os profissionais do setor de TI. De acordo com a análise, o salário de alguns profissionais pode aumentar em mais de 25%.

Apesar de otimista, a previsão leva em conta que o histórico recente da área. As áreas mais aquecidas são de e-commerce, mobile e aplicativos, além do mercado de fintechs. Todas receberam investimentos agressivos recentemente.

Para Fábio Saad, gerente sênior da Robert Half, os profissionais de TI poderão exercer até mesmo funções nem sempre ligadas diretamente com o tecnologia da informação. “O profissional de tecnologia passa a ocupar o papel que foi do engenheiro recentemente”, afirma.

Publicidade

Demanda

As empresas – em geral do setor de mobile e web, startups e fintechs – estarão buscando profissionais para os seguintes cargos: Gerente de Projetos, Gerente de Tecnologia, Desenvolvedor de Operações, Consultor Funcional, Analista de Negócios e de Suporte.

A preferência é por candidatos que já tenham experiência sólida na área, inglês fluente e que possuam perfil interativo e bom relacionamento interpessoal. O estudo ainda aponta que os profissionais com facilidade para programar em qualquer linguagem e com conhecimentos no desenvolvimento de apps para as plataformas iOS e Android poderão se dar bem no próximo ano.

Para ilustrar a média salarial dos cargos com demanda de profissionais, a consultoria apontou três cargos com destaque.

Desenvolvedor de software

  • Salário em 2016: R$ 3.100 – R$ 8.000
  • Salário em 2017: R$ 3.255 – R$ 11.000

Gerente de produto

  • Salário em 2016: R$ 8.000 – R$ 15.000
  • Salário em 2017: R$ 8.000 – R$ 20.000

Gerente de Big Data

  • Salário em 2016: R$ 8.000 – R$ 18.000
  • Salário em 2017: R$ 10.000 – R$ 20.000

Mestrado em Sistemas de Informação – USP [inscrições abertas até 18/nov]

Mestrado em Sistemas de Informação – USP

Encontram-se abertas as inscrições para o processo seletivo para “aluno regular” do curso de Mestrado em Sistemas de Informação da Universidade de São Paulo para início no primeiro semestre de 2017.

Período de inscrições: 03/10/2016 a 18/11/2016

Edital de seleção e outras informações: http://ppgsi.each.usp.br/ingresso/

Linhas de pesquisa e áreas de pesquisa:

  • Gestão e desenvolvimento de sistemas (13 vagas)
    • Banco de dados
    • Engenharia de software
    • Gestão de tecnologia da informação
    • Interação humana-computador
  • Inteligência de sistemas (7 vagas)
    • Inteligência artificial
    • Processamento gráfico
    • Reconhecimento de padrões

Sobre o programa: 
O Programa de Pós-graduação em Sistemas de Informação (PPgSI) tem por objetivo contribuir para a solução de problemas reais, altamente complexos, por meio do desenvolvimento de pesquisa científica direcionada a tratar esses problemas e a formar recursos humanos com conhecimento amplo para resolvê-los.

O PPgSI oferece um Mestrado Acadêmico na área de Ciência da Computação. Dentro da Ciência da Computação, o PPgSI busca propor, desenvolver, aplicar e avaliar diferentes metodologias e técnicas computacionais que, quando integradas entre si, proporcionam soluções para os desafios de diferentes áreas de aplicação de conhecimento.

Para contribuir com a solução de problemas reais, o PPgSI dirige seus esforços de pesquisa a mais de dez áreas de aplicação, incluindo: Ambientes Corporativos e Processos de Negócio; Bioinformática; Biometria; Economia; Educação e Educação a Distância; Internet e Redes Sociais; Jogos; Linguística e Linguagem Natural; Química; Robótica; e Saúde. Essas áreas de aplicação são dinâmicas, dentro do PPgSI, em relação ao interesse de pesquisadores, necessidades da sociedade e parcerias estabelecidas.

Informações:
Serviço de Pós-graduação
Escola de Artes, Ciências e Humanidades – EACH
Universidade de São Paulo – USP
Fone: (11) 3091-8816 / 3091-8197
ppgsi-each@usp.br
http://ppgsi.each.usp.br/

Mantenham-se informados:
– Curtam nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/ppgsi.usp
– Sigam nossa página no LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/mestrado-acadêmico-em-sistemas-de-informação—usp-leste

E AI? Vai Fazer Mestrado?

usp-logo    logoufscar    unicamp2    unesp-logo

Links de programas de mestrado que os alunos de Bacharelado em Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM ingressam todos os anos.

Destacando a importância de publicar no CPC (Congresso de Pesquisa Científica) os resultados do seu trabalho de TCC, acumulando assim, mais um requisito para ingresso nos programas de pós-graduação listados a seguir:


UNESP Bauru (ainda não abriu inscrições)
ENGENHARIA ELÉTRICA
Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
COMPUTAÇÃO
De 15 de setembro a 27 de outubro de 2016


Universidade de São Paulo (USP) São Carlos
ENGENHARIA ELÉTRICA
12/09/2016 a 07/10/2016


Universidade Federal de São Carlos (ainda não abriu inscrições)
COMPUTAÇÃO


Atenção: em breve o COMPSI irá atualizar essa lista com outros programas de mestrado.
Importante: verificar atentamente as datas limites de inscrição.
Carta de recomendação: procurar os professores de BCC e BSI para solicitar as cartas de recomendação.